Monthly Archives: outubro 2008

Dia Internacional da Animação

Sei que o dia merecia uma homenagem maior aqui no Animartini, mas a vida é exatamente como a mãe do Forrest Gump dizia, e não deu para preparar algo bacana.

Ainda assim, não poderia deixar de lembrar que hoje é comemorado o Dia Internacional da Animação. YEY! :-D Em 28 de outubro de 1892 – sim, 18 anos antes do lançamento de Fantasmagorie, de Émile Cohl – o professor de ciências Charles-Émile Reynaud realizou a projeção do filme Pauvre Pierrot, no Museu Grevin, em Paris. Essa projeção é considerada a primeira exibição pública de imagens animadas do mundo.

O dia está sendo comemorado em todo o planeta com exibições de curtas e longas animados. No Brasil, a Associação Brasileira de Cinema de Animação (ABCA) está promovendo exibições do Oiapoque ao Chuí. Para saber quais cidades estão participando e a programação completa, visite o site www.abca.org.br/dia.

Parabéns a todos os profissionais, amadores, entusiastas, àqueles que simplesmente se apaixonam por essa arte inigualável e a essas grandes figuras que iniciaram tudo. :-D

PS.: Aproveito essa deixa para corrigir um erro no post anterior 100 Anos da Animação. Lá eu disse que Fantasmagorie seria a primeira animação produzida da história, o que não é verdade. O mais correto seria dizer que o curta é considerado o primeiro desenho animado (cartoon), isto é, ilustrações feitas com lápis ou carvão, o que se tornou a técnica mais utilizada na maioria das animações do século passado. O erro já foi corrigido.

O motivo da falta de atualizações

Eu sei que não adianta nada vir e ficar dando desculpas, mas quero explicar o motivo de tanto atraso nas atualizações.

Há mais ou menos um mês me tornei um número nas estatísticas medonhas desse país: fui assaltado. Furtado, para ser mais exato. Não entrarei em detalhes aqui, nessa brincadeira acabei perdendo minha pen drive e meu caderno de anotações (sem falar na minha fé nesse país) onde haviam arquivos, pesquisas e anotações prontas ou em fase final de revisão para publicar aqui no Animartini.

Achei uma troca justa: meus pertences em troca de muita frustação. NOT! :-(

Tudo bem que eu já tinha muita coisa nos meus feeds do Google Reader e nas newsletters que assino, mas ter que garimpar essas informações novamente é um belo de um retrabalho. Além disso, sou daqueles que escreve e reescreve cada texto, independente do tamanho. As idéias vêm e vão, eu as coloco de qualquer jeito no papel (ou no computador) e depois rola todo aquele processo de lapidar as palavras, reajeitá-las e engomá-las para criar um texto que consiga expor algumas idéias e gerar algumas piadinhas sagazes que valham cada segundo de quem esteja lendo. Ou não.

Com a perda desse material, passei os últimos dias colocando a casa em ordem novamente. Além disso, a quantidade de trabalho vêm crescendo em ritmo gritante aqui na fííírrma, sem falar nas três horas perdidas de viagem por dia (Santos-São Paulo-Santos) que só servem para me detonar.

Coisas da vida. Mas chega de lenga-lenga. Bola prá frente que já tenho alguns textos na agulha. :-)

STEAMBOAT WILLIE: há 80 anos nascia o áudio definitivo do curta

Em 30 de setembro de 1928, Walt Disney supervisionou a gravação do áudio que seria utilizado no terceiro curta-metragem estrelado pelo camundongo Mickey Mouse. Utilizando a tecnologia Cinephone System, de Pat Powers (uma cópia descarada do sistema criado por Lee De Forest, o Phonofilm), Steamboat Willie seria a primeira animação da história a apresentar uma faixa de áudio contendo música, efeitos sonoros e diálogos totalmente sincronizados. A primeira gravação, realizada duas semanas antes, acabou sendo inviável e foi descartada.

Considerado a primeira animação a ter uma faixa de áudio totalmente sincronizada, “Steamboat Willie” é um marco, sem dúvida nenhuma, mas outras animações já haviam se aventurado nessa nova tecnologia – como a série Song Car-Tunes, de Max Fleischer, gravado no sistema Phonofilm lançado em maio de 1924, e que incluía o curta My Old Kentucky Home (1926); e o curta Dinner Time (lançado em 1º de setembro de 1928), de Paul Terry - só que sem os mesmos resultados técnicos.

Totalmente animado pelo mestre Ub Iwerks, “Steamboat Willie” foi dirigido pelo próprio Disney e é uma paródia do filme Steamboat Bill Jr., do ator, roteirista e diretor Buster Keaton. É considerado a 13ª melhor animação de todos os tempos pelo livro The 50 Greatest Cartoons: As Selected by 1,000 Animation Professionals, editado pelo historiador Jerry Beck.

“Steamboat Willie” seria lançado oficialmente seis semanas depois, em 18 de novembro de 1928, no The Colony Theater, em Nova York. E o resto é história. :-)

Quer matar a saudade ou ver o curta pela primeira vez? É só dar play no vídeo abaixo, ou acessar direto o site do Dailymotion:

Via Animation – Who and Where